Arquivo mensal: Novembro 2017

  • -
pc

Governo prorroga novamente o período crítico de incêndios

O Governo voltou a prorrogar o período crítico de incêndio, tendo em conta «a provável ausência de precipitação significativa». Trata-se de uma circunstância que «promove a manutenção dos índices de perigo de incêndio em valores superiores aos típicos para a presente altura do ano», pode ler-se no despacho do Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel João de Freitas, publicado em Diário da República.

Por esse motivo é prorrogado até 23 de novembro o período crítico no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios.

Durante o período crítico de incêndios, nos espaços florestais ou agrícolas, é proibido:

• fumar, fazer lume ou fogueiras;
• fazer queimas ou queimadas;
• lançar foguetes e balões de mecha acesa;
• fumigar ou desinfestar apiários, salvo se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas;
• fazer circular tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de fagulhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape ou chaminés.

Fonte: portugal.gov.pt


  • -
22894745_2107185769307624_1259435634_n

Acidente na A8 causa dois feridos graves

Três pessoas, duas em estado muito grave, ficaram feridas após uma colisão na noite do passado dia 26 de outubro entre uma carrinha “pão de forma” e uma viatura ligeira na A8, a seguir às portagens do Bombarral.

Segundo Fernando Barão, comandante dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras, o acidente ocorreu eram cerca de 0h10. Após a colisão o condutor da carrinha “pão de forma” terá perdido o controlo da viatura, que saiu da autoestrada e foi embater com violência no separador do lado direito. A carrinha acabou por se incendiar e foi consumida pelas chamas.

A operação de socorro aos feridos e de limpeza dos destroços cortou a A8 no sentido norte-sul durante cerca de duas horas. Os dois feridos foram transportados diretamente ao Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e o ferido leve foi levado para o Centro Hospitalar de Torres Vedras.

No local estiveram 22 elementos dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras, com o apoio de sete veículos, as equipas médicas das VMER de Torres Vedras e Caldas da Rainha e elementos do Destacamento de Trânsito da GNR, que investigam as causas do acidente.

Fonte: Badaladas


  • -
incendio

Incendiários atacam floresta

Durante o último fim de semana, dias 28 e 29 de outubro, os Bombeiros Voluntários de Torres Vedras registaram um total de 17 incêndios em zonas de povoamento florestal, nove dos quais não deixam dúvidas quanto à existência de mão criminosa, garantiu ao Badaladas o comandante da corporação, Fernando Barão.

De acordo com aquele responsável, nove desses incêndios deflagraram entre as 23h e as 23h45, numa extensão de cerca de sete quilómetros entre Torres Vedras e a Ermegeira, distando de poucos metros entre si. “Foi claramente alguém que andou à beira da estrada e largou um aqui e outro ali”, afirma o comandante.

Segundo aquele responsável, apenas a rápida intervenção dos bombeiros e a humidade do cair da noite impediram que o pior acontecesse. “Os incêndios não eram muito grandes e foram rapidamente extintos”, assegura o comandante.

Fernando Barão está convencido de que “queriam destruir o povoamento florestal de Torres Vedras”. Os bombeiros estiveram no terreno durante todo o fim de semana, com o apoio de quatro veículos de combate, dois autotanques e o autocomando. Várias patrulhas militares e da GNR estão também em patrulhamento ativo, dia e noite no terreno com vista à prevenção dos incêndios.

Fonte: Badaladas


Em caso de Urgência ligue 112 ou 261 322 122